Biblioteca Central | Mauro Villela

biblioteca-colegio-santo-antonio
slider imageslider image
Empréstimo
Empréstimo

Faça o download das regras referente ao empréstimo.

Regulamento
Regulamento

Faça o Download do Regulamento da Biblioteca.

Regras Gerais
Regras Gerais

Faça o download do manual com as Regras Gerais.

Dicas de Leitura
Dicas de Leitura

Saiba quais são as dicas e sugestões de leitura do mês.




INFORMAÇÕES GERAIS:
Horário de Atendimento: de 7h às 20h.
Fale conosco: (31) 2123-9311 ou (31) 2123-9312
E-mail: biblioteca@csa.g12.br


“Nada evolui engaiolado. Abra um livro e sua cabeça. Liberte suas ideias. Deixe o mundo entrar” (G. Lacombe)

Biblioteca Central - Mauro Villela


O Colégio Santo Antônio tem uma das mais completas bibliotecas de colégios de Belo Horizonte. Contamos com um acervo com cerca de 60 mil livros, além de revistas em quadrinhos, documentos eletrônicos (CDs e DVDs), revistas e jornais. A biblioteca Mauro Villela conta com os serviços de cabines de estudos, reserva de material, exposições de novas aquisições e indicação de leituras.


O acervo está classificado dentro dos padrões universais da Biblioteconomia (código de classificação CDD). Sendo assim, os livros estão indexados por assunto e cada livro recebe uma cor para auxiliar o aluno a localizá-lo no acervo.



 
Quem é Mauro Villela?

Mauro Villela, que dá nome à biblioteca, fez parte da primeira turma de professores que inaugurou o Colégio Santo Antônio em Belo Horizonte. Lecionou até o início da década de 90. Além de professor, Mauro Mendes Villela, conhecido como Fichinha, foi escritor, tradutor, grande admirador dos livros, compositor e poeta.


Aliás, o apelido Fichinha vem do costume que o professor Mauro tinha de colecionar fichas, nas quais anotava planejamento de aulas e tarefas. De tanto vê-lo preenchendo fichas, carregando-as no bolso e distribuindo-as aos alunos, o apelido surgiu naturalmente. Os livros são um capítulo à parte na vida do professor Mauro. Até numa das primeiras cartas que escreveu para sua namorada Márcia Therezinha, que se tornou sua esposa, ele diz que a ama tanto quanto seus livros.


Admirador de boa música, o Professor Mauro se empenhou para que o CSA criasse seu próprio coral em Belo Horizonte. Como compositor, é de sua autoria a letra da música “Rondas da Vida”, que foi musicada por Mozart Bicalho. Como escritor, além de ser secretário-geral da Academia Municipalista de Letras de Minas Gerais, editou muitos livros. Um dos livros editados por Mauro mereceu o elogio do então governador e ex-aluno do Colégio Santo Antônio, Tancredo Neves.


Em 1976 o professor sofreu um infarto e ficou internado um período. Na ocasião, foi pedido que os alunos escrevessem cartas para serem encaminhadas ao hospital. O carinho e o bom humor dos textos são prova de como ele era admirado e respeitado. Confira um dos versos:


Fichinha ou Fichão
Tanto faz estar doente
Mas está no coração

Fichinha, quando está doente
Ninguém fica contente
Porque não tá junto da gente

Fichinha, Fichinha
A ronda que você fez
Deu até pra ficar na minha.


colégio santo antônio