Serviço Social

about us page title image

Serviço Social

Associação Franciscana de Educação e Assistência Social

 

A Associação Franciscana tem como foco a Educação de crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos, numa perspectiva de inclusão social. Por meio do programa de gratuidade educacional a entidade possibilita o acesso e a permanência de cidadãos em situação de vulnerabilidade e risco social à educação básica de qualidade – regular e formal – promovendo, desta maneira, o pleno desenvolvimento do cidadão e a preparação para a atuação consciente destes, no cenário social.

 

Afinada com a Política Nacional de Assistência Social, a Lei 12.101 de 27 de novembro de 2009 e o Decreto 7.237 de 20 de junho de 2010, a Associação Franciscana contribui para a emancipação e o protagonismo de seus beneficiários, tendo como finalidade desenvolver, de forma continuada, permanente e planejada, programas, projetos e serviços direcionados a Educação e Assistência Social.

 

À luz da Identidade Franciscana, a Associação Franciscana desenvolve em BH, Região Metropolitana de BH e no interior do Estado, inúmeras iniciativas.

 

Mais informações no site: http://www.ofm.org.br/

 

 

Atuação do Colégio Santo Antônio no Cenário Social

 

A Constituição da República Federativa do Brasil de 1988 constituiu um marco histórico para a Assistência Social no país, pois a incluiu no patamar da Seguridade Social como política pública, junto à Saúde e à Previdência Social, direcionando toda atuação social já existente no país. É na Constituição que a garantia de direitos das crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos torna-se responsabilidade não só do Estado, mas da sociedade civil. Outras leis complementares foram estabelecidas para reforçar as políticas de direito, tais como a LOAS – Lei Orgânica de Assistência Social, o Estatuto da Criança e do Adolescente, o Estatuto do Idoso, dentre outras.

 

Como instituição franciscana atenta à realidade do país, a Associação Franciscana, por meio do Colégio Santo Antônio, vem atuando no campo da educação, desenvolvendo programas e projetos para pessoas em situação de vulnerabilidade econômica e social.

 

Sua atuação consiste no planejamento e execução de programas e projetos de atendimento, tendo as seguintes atribuições:

 

• elaborar, implementar, executar e avaliar os programas e projetos sociais no CSA;

 

• integrar, articular e fortalecer a rede de atendimento da Associação Franciscana, bem como a rede de atendimento ao público-alvo dos projetos sociais em Belo Horizonte e Região Metropolitana;

 

• orientar os indivíduos e grupos de diferentes segmentos sociais na identificação de recursos comunitários para o atendimento de suas demandas e na defesa de seus direitos;

 

• realizar estudos, visitas e entrevistas socioeconômicas com os beneficiários para inclusão nos programas e projetos do CSA;

 

• realizar atendimentos individuais e de grupo para acompanhamento dos beneficiários e suas famílias;

 

• divulgar e orientar sobre a política de atendimento do Colégio Santo Antônio.

 

 

Histórico do Programa Gratuidade Educacional

 

No ano de 1999, o Programa Gratuidade Educacional teve início no CSA, funcionando naquela época no turno noturno. O programa tinha como finalidade atender jovens e adultos que trabalhavam nas proximidades da Regional Centro-Sul e imediações.

 

No ano de 2009, em razão da mudança no perfil dos beneficiários – crianças e adolescentes e não mais jovens e adultos – e da própria legislação vigente, o Programa passou a funcionar no período diurno, junto às demais atividades acadêmicas do CSA.

 

Atualmente, o CSA atende a crianças e adolescentes, propiciando acesso e permanência do estudante na educação básica de qualidade, contribuindo para sua formação acadêmica e social com vistas à melhoria das suas condições de vida. As bolsas de estudos correspondem a 50% ou 100% do valor da mensalidade escolar e, além da gratuidade, o Programa fornece material didático, uniforme, atividades suplementares educacionais e o acompanhamento interdisciplinar, social e psicológico.

 

Dentro do Programa Gratuidade Educacional, a Psicologia apoia e participa ativamente das atribuições executadas pelo setor. Atua junto às famílias e aos estudantes e na realização de oficinas extraclasse.

 

A partir de demandas realizadas pelo setor, realiza atendimentos junto às famílias individuais e em grupo, buscando o fortalecimento da identidade pessoal e social do beneficiário, tendo como objetivo a permanência do estudante no Programa Gratuidade Educacional.

 

As Oficinas buscam desenvolver atividades culturais e de reflexão sociopolítica, proporcionando novas referências identificatórias que favoreçam a construção da identidade humana, autonomia e empoderamento do sujeito em direção ao pleno exercício da cidadania.

 

Acreditamos que a parceria com a família é parte importante na relação construída diariamente entre o estudante e a comunidade escolar.

 

 

Objetivos

 

O Projeto Gratuidade Educacional tem como objetivos:

 

• propiciar a gratuidade educacional, oferecendo bolsas de estudos a estudantes em situação de vulnerabilidade social e assegurar a inclusão e permanência dos mesmos no ensino fundamental e médio;

 

• contribuir para a formação de cidadãos críticos e para o desenvolvimento de potencialidades com desdobramentos na atuação estudantil, social e comunitária;

 

• contribuir para a melhoria nas perspectivas de vida do beneficiário e de sua família.

 

 

Edital da gratuidade para o Processo Seletivo 2017:

 

download

Edital Gratuidade 2017 – Clique aqui para o DOWNLOAD

 

 

Telefone de contato: (31) 2123-9300

E-mail: servicosocial@csa.g12.br

Horário de Atendimento:

De segunda a sexta-feira: das 8h às 17h.