Conheça um pouco da história de um dos esportes das Olimpíadas, o Judô

about us page title image
  • Conheça um pouco da história de um dos esportes das Olimpíadas, o Judô

    Conheça um pouco da história de um dos esportes das Olimpíadas, o Judô

    Jigoro Kano - foto: Google

    Jigoro Kano – foto: Google

    Jigoro Kano, criador do Judô, tinha porte físico pequeno, pesando apenas 50kg, mas tinha espírito vigoroso e combativo. Procurando fortificar o seu corpo com exercícios físicos, decidiu aprender o Jiu-jitsu, pois este tinha a reputação de permitir uma pessoa pouco robusta a vencer um adversário mais pesado e mais forte graças a uma técnica engenhosa.

     

    Em 1877, começou a treinar Jiu-jitsu com diferentes mestres e, depois de cinco anos de prática persistente, ficou completamente transformado. A luta tornou-o um excelente combatente, ágil e vigoroso.

     

    Jigoro Kano mostrou-se um entusiasta da aprendizagem do Jiu-jitsu, mas nunca concordou com seus métodos que eram muitas vezes perigosos. Achava que deveria haver uma forma mais hábil de ataque e defesa que pudesse dominar o adversário sem eliminá-lo. Com base nesta luta, elaborou, então, os fundamentos de seu próprio método, o KUDOKAN-JUDÔ. “Kudocan” significa “escola para estudar o caminho” e “Judô” é a arte da flexibilidade.

     

    IMG_9084

    Alunos do CSA em apresentação de judô.

    Misturou conceitos de educação física em um esporte de combate e de defesa pessoal. Eliminou as práticas perigosas e incompatíveis com o objetivo a que se propunha. Procurando uma base científica para as técnicas aplicadas, encontrou-a em algumas leis da natureza como gravidade, atrito, quantidade de movimento, velocidade, transmissão e aplicação de forças. Adicionou princípios pedagógicos e morais, fazendo do judô um dos mais eficazes auxiliares na educação dos jovens.

     

    O Judô, portanto, tornou-se não apenas exercício de força física, mas, sobretudo, um exercício de força espiritual e de autodomínio interior. O seu praticante torna-se um respeitador do seu semelhante, um defensor dos mais fracos, uma pessoa mais autoconfiante e firme de caráter.

     

    Artigo escrito pelo professor de judô do CSA, faixa preta, 6º dan, Senhor Wilson

    Leave a comment

    Required fields are marked *